Rua, Parque, Pista ou Esteira?

Acho que quem me acompanha nas redes sociais deve estar cansado de saber que eu gosto mesmo é de correr na rua.

A sensação de liberdade, de desbravar sua cidade (e às vezes, até a cidade vizinha) e até mesmo de fazer turismo correndo pelas cidades que se visita, não tem igual.

Porém, quando o objetivo na corrida aumenta e, além do prazer em correr, almeja-se alcançar algo mais, como um RP, aumentar a distância etc, muitas vezes alterar o estímulo e mesmo fazer treinos “mais chatos” podem contribuir favoravelmente para o resultado.

Todo mês, quando minha planilha chega, minha primeira reação é ver qual treino é ideal pra cada uma das minhas opções. Treinos longos? Rua. Treinos intervalados com trechos de distâncias relativamente curtas ou tiros? Pista. Intervalados com trechos em poucos minutos? Esteira. Parque? Em geral, só os recreativos, com amigos.

Acho a rua fundamental por que as provas são na rua. A pista de atletismo é bacana pois é um “ambiente controlado”, plano, demarcado e em geral, pelo menos, sem obstáculos mas cada volta tem apenas 400m, então o ideal, para melhor controle é que os trechos sejam de 200, 400, 800m… fica mais fácil de controlar por voltas. O parque, independente do tamanho, terá gente passeando, cachorro, crianças, bicicletas… então embora possa ser uma alternativa pra quem tem receio de correr na rua por questões de segurança, em geral não é minha opção.

Mas… e a esteira? Depois de mais de 6 anos correndo, acho que finalmente me entendi com ela. Ainda não nos amamos, mas já conseguimos não brigar.

Além daquela opção de ser o plano B pro dia que chove canivete ou que a gripe pega de jeito, tenho optado pela esteira naqueles treinos com intervalos curtos de estímulo forte.

Na esteira, a possibilidade de se controlar o pace no simples clique de um botão, é ótimo pra ajudar a ganhar velocidade. É pra correr a pace de 5′? Mete 12km/h e manda ver! É pra correr sub-5? Aumenta essa velocidade e aguenta! Quando o mesmo tipo de treino é na rua, minha tendência é começar o trecho muito forte e “quebrar” no meio, então tenho realmente aproveitado pra treinar velocidade.

Tem lugar melhor ou pior? Olha, até tem, mas tudo depende muito de tantas coisas… conheço gente que só treina em esteira pois tem medo de treinar sozinha em rua ou parque. E o que eu acho? Que pra ela, é sim melhor esteira por que não tem sensação pior e que nos paralisa mais do que o medo, então não tem como o treino render de outra forma.

E eu já fiz muito treino ruim na chuva por preconceito de esteira.

Hoje, acredito que não tem certo ou errado. Não sou profissional de educação física pra fazer teoria sobre as vantagens e desvantagens de cada treino mas não acho que alguém seja melhor ou pior que o outro, “raiz” ou “nutella” pela forma como treina. A gente se adapta ao que tem, nos horários que pode e tenta fazer o melhor.

E se temos possibilidade de otimizar o treino no local mais adequado pra cada tipo, por que se privar disso?

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s