Se alguém já ganhou a prova, por que você continua correndo?

Quem já não teve que responder perguntas como essa para a avó, para alguma tia ou mesmo algum amigo?
Pra quem não corre, pode mesmo parecer difícil entender e essa pergunta costuma vir logo depois de outra clássica… “quantos quilômetros tem essas maratonas que você costuma correr?”
Ora, se você sabe que não terá chances, por que continua a se inscrever nessas “maratonas de 5 ou 10km”?
Como explicar, pra quem não corre, que embora a gente participe de provas com 5, 7 ou 10 mil pessoas para superar a nós mesmos?
Como explicar o sabor de pendurar uma medalha no pescoço mesmo que tenhamos concluído uma prova no dobro do tempo do primeiro colocado, mas simplesmente por que conseguimos concluir a prova, ou por tê-la concluído alguns minutos abaixo do nosso tempo anterior?
Tenho alguns conhecidos que correm já há algum tempo mas nunca se inscreveram em uma prova, alegando não estarem preparados. Os professores de educação física que me perdoem, mas eu costumo recomendar a todos, sempre, façam uma prova!
Como advogada que sou, não vou ser irresponsável e esquecer o discurso de sempre do necessário acompanhamento médico e obediência aos técnicos, da importância da planilha etc. Mas se o assunto é motivação, nada, mas nada é tão eficiente quanto uma medalha!
Sim, a gente corre para nos superarmos, não aos outros. Sim, a gente pode verificar nossos progressos por meio de equipamentos ou aplicativos, mas é entre os milhares de corredores que a gente descobre que o esporte, embora individual, é no coletivo que se engrandece. É no meio de tanta gente também buscando os seus recordes e marcas pessoais, que descobrimos a parceria. Claro que existe competitividade, mas na grande massa dos amadores que somos, o sentimento que prevalece, entre tanta endorfina, é de festa e de torcida. É ali que nos sentimos parte de um todo. E nos sentimos melhores.
Então, a quem não correu ainda sua primeira prova e não entende por que continuamos mesmo sem “ganhar a prova”, desafio a se inscrever. Escolha uma prova adequada a seu condicionamento físico e, não interessa quantos corredores lhe ultrapassem, não desista. É ali, na linha de chegada, que a mágica acontece. Você terá, sim, ganho a SUA prova. E, depois, duvido que não continue a correr.

Anúncios

2 pensamentos sobre “Se alguém já ganhou a prova, por que você continua correndo?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s