Alongar é preciso

PhotoGrid_1393698793011

Desde o dia 1˚ de janeiro eu vinha sentindo muita dor. Principalmente nos movimentos de agachamento, mas a ponto de atrapalhar e muito as atividades corriqueiras do dia a dia, como pegar um sapato na parte de baixo do guarda-roupa ou subir e descer as escadas de casa ou do trabalho.

Levei um mês para ir ao médico, mais uma semana para fazer a ressonância e outra para levar o resultado para o médico.

Estava morrendo de medo de escutar que teria que interromper os treinos, adiar o projeto da meia maratona… Claro que espiei o laudo do exame e vi três ou quatro vezes a palavra “lesão” nele…

Mas daí sento na frente do médico e o que ouço, com um misto de alívio e vergonha) que o que tenho – Síndrome da Banda Iliotibial – na verdade ocorre somente face o encurtamento que tenho na coxa… por falta de alongamento!  O médico receitou-me uma injeção milagrosa que fez a dor sumir em poucas horas e alongar, alongar e alongar…

Sobre o tema ainda tenho muito a aprender e estou pedindo ao staff da minha assessoria para me ajudarem…

E é à Assessoria que recorro agora também pra falar um pouco mais de alongamento

Segundo Eduardo Arzua, técnico da Trainer, no espaço “Fala Treinador“, o ” alongamento antes do exercício não impede a lesão; o que aumenta a chance de lesão é a falta de flexibilidade, ou seja, o encurtamento muscular” – o que posso concordar, face experiência própria!

Ele ainda fala dos três tipos de alongamento existentes:

“- Dinâmico: consiste em movimentos lentos que, gradativamente, vão ampliando a mobilidade articular. Geralmente segue a realização de movimentos musculares específicos para determinado esporte.

Estático: o músculo é colocado na posição de alongamento funcional máximo e mantido por um período de tempo ideal, entre 15 e 30 segundos.

Facilitação Neuromuscular Proprioceptiva: consiste basicamente em um processo sequencial, iniciado por um alongamento estático e seguido de uma contração isométrica de seis a dez segundos do músculo que é mantido alongado.”

 

Na Trainer, costumamos fazer os dinâmicos antes dos treinos, e os estáticos, com auxílio do staff, no final.

Segundo meu médico (e meu técnico) ainda devo fazer alguns alongamentos, preferencialmente com auxílio de uma corda, também nos dias offs.

Confesso que estou me esforçando mas é a hora que a preguiça bate forte… Se na academia já é difícil “parar” por alguns poucos minutinhos pra alongar, em casa então, difícil até de lembrar… Mas são ordens médicas!!!

Anúncios

2 pensamentos sobre “Alongar é preciso

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s