A prova se iniciava 7h30. Coloquei o despertador para 5h20. Não haveria qualquer problema.
Tempo suficiente para acordar, tomar café da manhã, vestir-se com calma, ir de carona, chegar cedo, estacionar perto, retirar o chip e aproveitar o alongamento…

Ocorre que o despertador tocou, mas ao invés de ligar o “soneca” para dar só mais aquele cochilo de 10 minutinhos, desliguei-o e voltei a dormir…
Acordei assustada, com medo de ter perdido a hora… Olhei no relógio, já eram 6h30! Acordei meu marido, que também ia correr, já o apressando, ao mesmo tempo que pedia desculpas… Uma correria só, carona perdida, mas conseguimos chegar a tempo de pegar o alongamento.

Na hora da largada, embora estivéssemos credenciados para largar no pelotão verde, “infiltramo-nos” no pelotão azul, junto com o Carlos, amigo nosso.

O engraçado desta prova é que eu comecei muito mal. Já nos primeiros metros eu senti minha perna um pouco bamba. Eu pisava e não sentia estabilidade. Pensei em desistir. Achei que se continuasse, logo cairia.
Mas eu sabia que eu conseguiria conviver com uma “derrota”, um “não consegui”, mas jamais com um “eu desisti”.
Então, continuei correndo. Na minha cabeça só passava uma coisa: “Vou correr até cair, quando eu cair, eu volto”…
Não caí.

No meio da prova, uma amiga, xará e companheira da equipe do Beto Carrero, última prova que havia corrido, me encontra e começa a correr do meu lado… Eu, ofegante, e a Carlinha lá, correndo como quem passeia no parque, tranquila! Avisei-a que se quisesse podia continuar e ir na frente… Não sabia se conseguiria…
Mas cheguei ao final. Não sei explicar ainda o porquê, mas esta prova me pareceu dura… Não era o percurso, não eram as condições climáticas. Era só eu mesma. Talvez devesse trabalhar mais o lado psicológico? Talvez… Talvez deva ter uma assessoria para me orientar? Muito provavelmente…
40 segundos. Este foi o tempo que baixei entre as provas da Track & Field Run Series – Etapa Shopping Mueller e a da Adidas – Circuito das Estações – Etapa Primavera.

Tempo líquido 30:31…


Bom? Um pouco, porque ainda assim consegui baixar meu tempo, mas para cerca de 02 meses de treino entre uma prova e outra e uns quilinhos a menos… eu esperava um resultado melhor.

Anúncios

Um pensamento sobre “

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s